20131017

Deixar chorar para ensinar o bebê a dormir a noite toda

Recentemente algumas mães me escreveram perguntando o porquê de eu ainda não ter usado nenhum método de deixar chorar com o Victor (6 meses) já que ele ainda acorda mais de uma vez a noite. Me perguntaram se eu achava que deixar chorar fazia mal para o bebê.

Como já escrevi aqui no blog acredito nos métodos de deixar chorar para ensinar o bebê a adormecer sozinho. Considero que saber adormecer no berço é uma das habilidades mais importantes para ajudar o bebê dormir a noite toda.

Recentemente pesquisadores do Murdoch Childrens Research Institute em Melborne, na Australia chegaram a conclusão que deixar o bebê chorar com o objetivo de ensiná-lo a dormir sozinho não traz nenhum dano a longo prazo como antigas pesquisas haviam mencionado.

Eles analisaram crianças de seis anos as quais os pais usaram técnicas de "controled crying" (choro controlado), na qual se coloca o bebê cansado no berço para que adormeça e o deixa lá para adormecer sozinho, mesmo que chore. É importante observar que o choro controlado, assim como os métodos citados aqui no blog Ferber e Plunket, requerem que o bebê seja atendido regularmente para que se acalme e consiga adormecer.

Compararam com crianças cujos pais não usaram nenhuma técnica de deixar chorar e concluíram que a prática melhora o sono das crianças a longo prazo e reduz o risco de depressão nas mães por 16 meses. Também não encontraram nenhum problema emocional, comportamental, nenhum problemas de relacionamento e nenhuma diferença nos níveis de stress das crianças.

Essa pesquisa é uma das mais completas no assunto e a primeira a acompanhar crianças, com as quais os métodos de deixar chorar foram usados, por tanto tempo. Considero super importante esse tipo de pesquisa pois tira a culpa dos pais que recorrem a esses métodos.

Penso que mesmo que o bebê fique estressado no momento em que chora, se sinta abandonado e fique estressado, os benefícios de ter um bebê que dorme bem e não requerem tanto tempo dos pais para adormecer superam aqueles momentos difíceis, mas necessários para ter um bebê que dorme bem.

Quanto ao Victor, o problema que estou enfrentando é que ele já sabe adormecer sozinho, mas mesmo assim acorda algumas vezes a noite. Como ele mama muito bem a noite acho que ele acorda porque tem fome. Estou começando, aos poucos, a reduzir o tempo das mamadas e tentando dar mais papinhas durante o dia.

É incrível como estamos sempre aprendendo, especialmente no que se refere a filhos... Lá atrás no blog quando escrevi dicas para fazer com que o bebê durma a noite toda, citei que uma das características cruciais para dormir a noite toda era saber adormecer sozinho.  Aqui estou eu com mais esse desafio que deixa então o blog mais vivo do que nunca.

Pra quem quiser ver o artigo sobre a pesquisa citada, veja o link abaixo.
http://www.smh.com.au/lifestyle/life/for-crying-out-loud-study-backs-baby-sleep-strategies-20120911-25p2a.html

20131007

Berço 4 em 1


Muitas mães questionam a necessidade de ter um moisés ou mini bercinho para então após poucos meses mudar o bebê para o berço.
Sou daquelas que acha que o berço é muito grande para um bebezinho dormir sozinho logo que chega ao mundo. Na verdade adoro a idéia de dividir a cama com o bebê, mas como tinha medo de acabar rolando em cima dos meus bebezinhos, ter um bercinho pequeno coladinho na minha cama foi a melhor solução para nossa família.
Achei hoje esse berço de uma marca Alemã e fiquei encantada. Os designers conseguiram em uma única peça colocar um mini bercinho com uma cadeira de balanço para a mãe amamentar e balançá-lo e  é só virar de ponta cabeça que se tem um berço em tamanho padrão. Para melhorar ainda mais, a grade sai e ainda se torna uma caminha super charmosa. É muita criatividade!!




Quer ver mais, veja aqui